domingo, 9 de maio de 2021

Dia da Europa

Hoje comemora-se o Dia da Europa, no ano que assinala o 35º aniversário da adesão portuguesa ao projeto europeu e durante a presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. 

O “Dia da Europa”, comemorado a 9 de maio, nasceu no Conselho Europeu de Milão, de 28 e 29 de junho de 1985 e foi celebrado pela primeira vez em 1986. Assinala a data histórica da Declaração Schuman, quando durante um discurso proferido em Paris em 1950, Robert Schuman, ministro dos negócios estrangeiros francês na altura, expôs a sua visão sobre a cooperação política na Europa.

A sua visão passava pela criação de uma instituição europeia encarregada de gerir em comum a produção de carvão e aço. Em menos de um ano assinou-se esse tratado, sendo considerado os alicerces daquilo que hoje conhecemos como a União Europeia.

Ao longo do dia vão decorrer diversas iniciativas online que podem ser também acompanhadas no facebook  e no Twitter .

Que este dia sirva para reforçar que a UE deve prosseguir a sua missão de derrubar muros que nos dividem e construir pontes que nos unam.



quarta-feira, 24 de março de 2021

O Conselho da União Europeia

O Conselho da União Europeia (UE) é um polo de decisão essencial entre os estados-membros. Negoceia e adota atos legislativos, na maioria dos casos, juntamente com o Parlamento Europeu. 

A Presidência deste órgão é exercida em regime rotativo pelos Estados-Membros da UE por períodos de seis meses.  Estes trabalham em estreita cooperação em grupos de três, fixam os objetivos a longo prazo e preparam uma agenda comum que estabelece os temas e as principais questões que o Conselho irá tratar ao longo dos 18 meses. Com base nesse programa, cada um dos três países prepara o seu próprio programa semestral mais detalhado.

O trio atual é constituído pelas Presidências da Alemanha, de Portugal e da Eslovénia e neste primeiro semestre de 2021, a presidência é da responsabilidade do nosso país

Um grupo de alunos da ESAG preparou um vídeo no qual explica (e bem) o funcionamento deste órgão europeu.



Saber mais aqui , aqui e também aqui.


segunda-feira, 22 de março de 2021

Movimento HeForShe na ESAG

 Pela defesa de causas... Igualdade de género

A igualdade de género é um direito humano, mas continua a ser um sonho distante para muitas mulheres em todo o mundo. É por reconhecer a importância dos princípios fundamentais da Declaração Universal dos Direitos Humanos na construção de um mundo solidário e justo que, em 2014, as Nações Unidas lançaram uma campanha global que promove e defende os direitos das mulheres: HeForShe.
Nos dias 16 e 19 de março, um grupo de jovens do núcleo HeForShe da Universidade Católica de Lisboa esteve virtualmente na nossa escola  para apresentar o projeto e dinamizar atividades  de sensibilização para a causa que abraçaram.
Parabéns ao WeForEducation  pela iniciativa e pela partilha junto dos nossos alunos do 8º e 10º ano.

sábado, 20 de março de 2021

Dia Internacional da felicidade

 Dia de ser feliz


Desde 2013 que o Dia Internacional da Felicidade é comemorado a 20 de março  tem como objetivo promover a felicidade nas pessoas, fundamental para o bem estar das nações. A criação deste dia surge por sugestão do Butão, um pequeno reino budista nos Himalaias que adota como estatística oficial a "Felicidade Nacional Bruta" em vez do Produto Interno Bruto (PIB). Em 2012, a proposta foi aprovada por unanimidade pelos 193 estados-membros da ONU (Organização das Nações Unidas), que defende a felicidade como um objetivo fundamental do ser humano.

Vamos fazer o favor de sermos todos felizes...



segunda-feira, 8 de março de 2021

Dia Internacional da Mulher

 A história do Dia Internacional da Mulher

8 de Março é lembrando no mundo inteiro como o dia internacional da mulher. Mas, qual a origem da data?
Classicamente, divulgou-se que no dia 8 de Março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.
A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas.
A história guarda certa semelhança com o massacre de Chicago, que deu origem ao Dia do Trabalhador. Mas, apesar das duras repressões contra o movimento operário no período, pesquisas documentais jamais encontraram referência ao tal massacre de Nova Iorque. Outras hipóteses sugerem que durante a 2ª Conferência da Mulher Socialista, a dirigente do Partido Social Democrata alemão, Clara Zetkin, teria proposto um Dia Internacional de Luta das Mulheres, que naquela altura ainda não tinham direito ao voto na maioria dos países europeus. Sabe-se que posteriormente, a II Internacional Socialista que na época ainda reunia nomes como Lenine e Rosa Luxemburgo, teria confirmado a necessidade da data, mas sem definir um dia. Assim, cada país tinha o seu dia que se voltava para greves, manifestações e toda forma de luta que chamasse atenção para as condições de trabalho das mulheres e a discriminação social.
No dia 8 de Março de 1917 teve início uma greve de tecelãs e costureiras, em Petrogrado, na Rússia e não nos Estados Unidos. Nesse dia, um grande número de mulheres operárias, na maioria tecelãs e costureiras, saíram às ruas em manifestação por pão e paz e declararam-se em greve. A Rússia encontrava-se arrasada, pois naquela altura estava envolvida na I Guerra Mundial. A manifestação foi um dos acontecimentos que conduziu à primeira fase da Revolução Russa. O processo revolucionário resultou na queda do czarismo e na instalação de uma república parlamentar que duraria só até Outubro,
quando ocorre a Revolução Socialista Russa.

A Conferência das Mulheres Comunistas, realizada em Moscovo, em 1921, adota o dia 8 de Março como data unificada do Dia Internacional da Mulher, para celebrar a greve das costureiras de 1917. A partir daí, a data propagou-se mundo fora.

Membros da Women's International League for Peace and Freedom, em Washington, D.C., 1922.








Em 1975 comemorou-se oficialmente o Ano Internacional da Mulher e em 1977 o "8 de Março" foi reconhecido oficialmente pelas Nações Unidas.
wikipedia (imagens)
estóriasdahistória (texto)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Dia da Europa

Hoje comemora-se o Dia da Europa, no ano que assinala o 35º aniversário da adesão portuguesa ao projeto europeu e durante a presidência port...