terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Atentado em Estrasburgo

Hoje foi um dia triste para a União Europeia. Um atentado no mercado de Natal de Estrasburgo fez pelo menos quatro mortos e nove feridos, vários dos quais em estado grave.

 Ler mais.

O Dia Internacional dos Direitos Humanos na ESAG


A Escola Secundária António Gedeão, por iniciativa do Clube Europeu e com a colaboração dos embaixadores do Programa Escola Embaixadora do Parlamento Europeu,  assinalou o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos e o 40.º aniversário da adesão do nosso país à Convenção Europeia dos Direitos Humanos com uma palestra subordinada ao tema"Direitos Humanos e Refugiados". A atividade iniciou com uma breve homenagem aos dois laureados com o prémio Nobel da Paz em 2018 e contou com a presença do Dr. Alexandre Guerreiro para falar sobre Direitos Humanos e Refugiados: políticas de acolhimento e sustentabilidade na Europa.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Prémio Nobel da Paz - 2018


Resultado de imagem para Nadia Murad e Denis Mukwege receberam esta segunda-feira o Nobel da Paz, em Oslo.Hoje, 10 de dezembro, na cidade de Oslo, na Noruega, a ativista yazidi Nadia Murad e o médico congolês Denis Mukwege receberam o Prémio Nobel da Paz de 2018. Nos discursos que proferiram não só apelaram ao mundo para que abandone a indiferença e proteja as vítimas de violência sexual em conflitos armados, como denunciaram a impunidade de quem comete crimes sexuais como ato de guerra e a passividade da comunidade internacional.


Dia Internacional dos Direitos Humanos


Hoje, 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, o secretário-geral da ONU disse que a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que completou 70 anos, é um marco para dignidade, igualdade e bem-estar.

António Guterres afirmou aqui que os "direitos humanos são universais e eternos" e "levam esperança a lugares sombrios".




Dia Internacional dos Direitos Humanos

Resultado de imagem para Dia Internacional dos Direitos HumanosA celebração da data foi escolhida para honrar o dia em que a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou, a 10 de dezembro de 1948, a Declaração Universal dos Direitos do Homem, uma carta de princípios onde se estabelecem e defendem os direitos inalienáveis do individuo. Neste documento são enunciados os direitos considerados fundamentais para a vida do ser humano - os direitos individuais e coletivos, sem discriminação de raça, género ou nacionalidade. 
A declaração não foi sobrescrita por todos os países da Organização das Nações Unidas, que todos os anos apresenta uma lista de denúncias e violações cometidas tanto por países subscritores como não-subscritores.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Maratona das Cartas: Cinco dias, cinco casos


Hoje apresentamos o último caso: Vitalina Koval.
O seu trabalho incide na luta pelos direitos LGBTI e pelos direitos das mulheres na sua cidade natal, Uzghorod, na Ucrânia. Depois de organizar uma manifestação pacífica no Dia Internacional da Mulher em 2018, foi violentamente atacada por elementos de grupos de extrema direita ucranianos.
Vitalina e outros defensores de direitos humanos não vão ceder ao medo e ao ódio.





quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

As eleições para o Parlamento Europeu


O Conselho da União Europeia anunciou que as eleições para o Parlamento Europeu decorrerão entre 23 e 26 de maio de 2019. O inquérito Eurobarómetro mostra as expectativas dos europeus em relação às eleições europeias, as suas preocupações, bem como os motivos que os levam a votar.

Atentado em Estrasburgo

Hoje foi um dia triste para a União Europeia.  Um atentado no mercado de Natal de Estrasburgo fez pelo menos quatro mortos e nove feridos, ...